domingo, fevereiro 24, 2008

Olha uma aberta !

Hoje havia uma previsão de aberta no tempo (na net) entre as 15 e as 18h. Assim aproveitei para ir dar ao pedal com o Rui e com o Marcelo, fazendo um pequeno encontro de Canyon(s).

Saímos do parque infantil pelas 15h em direcção ao Palvarinho, os caminhos estavam bem molhados, mas praticamente não apanhamos chuva, tirando uma ou outra gota perdida pelo ar...

Na Srª do Valverde estivemos a testar as suspensões com uns pequenos "drops" e no Palvarinho fizemos uma paragem pelo Fontenario, para um café ou uma Mini. Ainda liguei ao RARN, mas ele devia andar ocupado a preparar a Rota do Gaio para o próximo fim-de-semana e não atendeu.

Aqui ficam umas fotos...






O perfil

O mapa


Se quiserem ver mais fotos, vão a este link ou carreguem numa das fotos.

quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Formigas ao ataque

Parece que estamos a sofrer um ataque de formigas aqui

:)

segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Nova imagem

Como já repararam o BTT-CTB está a mudar de imagem.....
Ainda não chegamos à configuração final, mas andamos lá perto.
Podem deixar um comentário sobre a vossa opinião em relação ao novo aspecto do blogue.

Continuam os testes, continuem a comentar!

Bem Haja a todos

domingo, fevereiro 17, 2008

VOLTA AO VALE DAS VACAS

Fotos e relato de Marcelo Silva


Manhã algo friorenta e com algumas nuvens a ameaçar chuva que mais tarde apareceu pelas 12h50m, depois de chegar 5m após a hora marcada ao Parque da Pires Marques , já lá estava o pessoal ao todo éramos 10 e lá fomos então conhecer o tal percurso que nos levaria ao tal Vale das vacas , saimos então em ritmo de aquecimento em direcção ao Bairro do Valongo onde entramos em terra batida em direcção aos Lentiscais onde paramos para tomar o café da Praxe, mas antes fomos presenteados por umas boas descidas e subidas e singlestracks espectaculares descobertos pelo Sr Cabaço e pelo Filipe anteriormente.

Apartir daqui foi a aventura total subidas com inclinação acentuada a obrigar o pessoal a desmontar e levar as meninas pela mão,passagem por uma pequena ribeira a obrigar o pessoal a abrir caminho através das silvas.

Quando atingimos o alcatrão, concretamente a estrada de ligação a Malpica,eu e mais 4 companheiros tivemos que rumar para Castelo Branco devido ao avançar da hora a desculpa aos companheiros que continuaram para mim autênticos Heróis que devem de ter chegado a Castelo Branco com uma kilometragem digna dos mais presados Betetistas para não falar na hora de chegada a qual ainda não sei.


Para mim a volta acabou com 58,5km e com fortes dores nas pernas talvez devido a minha afinação que tinha feito na noite anterior ao selim da CANYON TORQUE 1 .

video

Fotos e relato Varadero

Já há muito que desejava participar nos raids organizados pelo amigo AC, mas ainda nunca tinha surgido a oportunidade, umas vezes por "isto" outras por "aquilo", desta vez quando vi o mail com o convite, não pensei duas vezes e lá fui.
Os trilhos por onde passamos são muito bons e não faltou animação e algumas quedas provocadas pelos pedais ou por algum descuido.
Houve tempo para uma aula de mecânica com uma corrente aberta do Fidalgo, o café foi nos Lentiscais, algumas quedas parecem mesmo provocadas pelo companheiro do lado... e avistamos mesmo há nossa frente 4 ou 5 veados.
Tivemos mesmo de desviar umas silvas não identificadas no GPS!!!, pelo caminho havia ainda sofás para quem quisesse descansar as pernas. Já agora os parabéns ao Álvaro que testou a nova menina dos olhos dele, uma IBIS Mojo, muito bonita!
Estava a contar com a chegada por volta das 12:30, por isso tive de ser um dos que ao apanhar a estrada, não pude seguir mais e lá voltei com muita pena, mas a volta já ia longa e o relógio não para! Cheguei pelas 13:15 a casa.
Da próxima vez o melhor é mesmo eu não ter compromisso e horas marcadas, para poder andar sem pressas.




quarta-feira, fevereiro 13, 2008

"Não sei como há homens que gostam disto!"

Hoje aproveitei uma pequena folga da parte da tarde para ir fazer um passeio de estrada com 2 finalidades, a primeira era testar o selim Selle Italia SLK que vinha de origem com a minha bicicleta (daí o titulo!!!), a segunda era para verificar se conseguia controlar melhor a pulsação que nas voltas pelos trilhos. Inicialmente era par sair de manhã e fazer uma jornada de pedal, com almoço incluído, mas surgiu uma situação imprevista, que me fez alterar os planos.

O selim é realmente muito mais estreito que o "sofá" daqui da malta, o selle smp strike. Bastante mais rijo e não muito cómodo, mas ainda vou arriscar a leva-lo uma ou duas vezes nos passeios de terra para ver se me habituo a ele. É que como tenho como objectivo pessoal, fazer umas maratonas e queria ver se relamente será uma melhor opção para longas distâncias.
Com este selim nota-se mesmo muito os ossos da bacia pousados pelo que irá requerer alguma habituação para se tornar menos dolorosa a sua utilização.

Em relação à Pulsação, não escolhi o melhor itinerário para a controlar, já que acabei for fazer muitas subidas e onde não dava para subir mais devagar, alem do muito vento que estava, pelo que acabei por obter uma pulsação média ainda superior há que costumo atingir nos trilhos.

Acabei por fazer uma volta de 50Km, que acabou mesmo às 18h, mesmo antes de escurecer..., acompanhado apenas do meu telemóvel (desligado) só com a função de música para companhia (usando apenas 1 auscultador) para continuar a ouvir os carros etc...


Estas 2 fotos e a do selim, foram as únicas que tirei.


Uma nota muito negativa, para a quantidade de lixo existente, na estrada que vai do Ponsul até Castelo Branco, é mesmo um exagero, parece uma autentica lixeira...

P'las terras de Segura

No passado fim de semana, a volta domingueira decorreu na zona da Raia, mais propriamente em Segura, uma aldeia fronteiriça com muita história para contar. Podem dar uma vista de olhos pelo link que se segue para conhecerem melhor Segura http://www.cm-idanhanova.pt/freguesias/segura.html. Este passeio foi dado com a companhia da malta do Fundão, mais propriamente da Associação de Montanhismo do Fundão - "Gardunha Viva" (http://www.gardunhaviva.com/), com o intuito de conhecer uns trilhos para a realização de uma caminhada. A companhia foi excelente, e a contrastar com a maravilhosa paisagem que nos ladeou constantemente. Deixo aqui a dica, para um dia destes organizarmos um passeio aqui por estas bandas... vale a pena.