sábado, maio 05, 2007

PTG 2007


Mapa dos percursos e altimetrias (54.5kms e 107.16kms)


O Coiote também foi


Aqui fica o relato do "Homem do Coiote" (pjfa)
Saímos bem cedo de CTB - 6h00 e chegámos a PTG por volta das 7h00 já com algum pessoal - uns a acordarem, outros a chegarem...
O Varadero e eu ainda demos uma voltinha para encontrar mais "Borliu´s" e encontrámos o Mr. Lamb. Ainda vimos um outro companheiro com a Jersey e trocámos umas breves palavras.
Já na linha de partida, junto ao segundo arco da Vitalis, quem é que chegou ao pé de nós, assim de mansinho? O Sr. Administrador Ludos (www.forumbtt.net)
Actualizar a conversa, observar a máquina fotográfica do Ludos e... esperar pelas 9h00 (deveriam ser umas 8h00).
É de condenar os "espertos" que, teimosamente, tentam furar por entre o pessoal todo com a seguinte frase: "O pessoal com quem eu estou, está lá à frente".
Pois...
Adiante.
9h00 e... lá vamos nós.
O ritmo inicial foi de doidos. Só faltou passarem-nos por cima.
Aquele alcatrão todo deve ter provocado algum efeito no pessoal.
Mas, foi sol de pouca dura porque, à medida que voltávamos a entrar em PTG, havia já muita gente com sinais de fadiga.
Ainda parei num repuxo para tirar umas fotos enquanto a "caravana" passava.
Entrando na terra, propriamente dita, as coisas começaram a sair bem aqui ao "Homem do Coiote", estava a curtir à brava os trilhos, as suspensões estavam a devorar tudo - onde o pessoal se desviava, eu passava - o dia estava excelente.
Chegado à separação dos percursos, parei, tirei umas fotos e via o pessoal passar quando... "Pifa" chamou o Aldo
Foi logo motivo para mais uma sessão fotográfica improvisada - entregámos as nossas digitais a uma senhora para ela captar aquele momento.
O Aldo convidou-me para o acompanhar e... lá fui eu.
Bem, se querem passar umas horas a rir e a cantar, juntem-se ao Aldo.
Os momentos que passei na sua companhia foram uma festa.
Primeiro abastecimento e paragem para trincar qualquer coisa.
Mais conversa com o Aldo e mais risota.
Seguimos em direcção ao cume do monte (por alcatrão, claro) e, seguidamente, foi sempre a descer, e descer, e descer.
Como o pai do Aldo teve um furo, parámos para fazer monte.
Seguimos caminho até ao segundo abastecimento.
Antes de chegar lá, parei para fotografar o pessoal na passagem do único charco digno desse nome.
Próxima paragem: Zona de Assitência.
E aí: primeiro e único "frisson" do dia. Como a descida para a ZA era algo acentuada, dei por mim a sair de frente, levando as fitas comigo.
Foi só para animar os espectadores.
Ainda troquei umas palavras com o pessoal da Assistência - CentralBikes.
Adiante.
Ia eu a pedalar alegremente quando um BTTista me pergunta se tinha desmontas. Parei e emprestei-lhos. Qual não é meu espanto quando ele diz que também não tem bomba e, a câmara de ar tinha-lhe sido cedida por um terceiro. Mas este pessoal vem para aqui assim à turista!?
É claro que nisto chega o Aldo e o seu companheiro e, mais uma vez, grande festa.
Eles andavam andavam à procura de não sei quem de Tomar.
Ainda tivemos o apoio do pessoal do Passeio Pedestre.
Concluida a ajuda a este amigo de Coimbra, segui caminho.
Quem é que, lá bem à frente estava à minha espera?
Pois, o Aldo e o amigo (a remendar um furo).
Estavam a ensaiar a letra para o concerto da Queima das Fitas do Porto.

Bem, lá fomos, eles mais rápidos que eu.
Já em PTG encontrei o Valdemar (o que produz excelentes desenhos).
Acabei o PTG com:
- 166 fotos
- muita boa disposição
- 1 massagem

Vê-mo-nos em Idanha

Fotos de 2007


This album is powered by BubbleShare - Add to my blog

O meu rescaldo do evento (Varadero):

À chegada bem cedo 7am já se via pessoal por todo o lado, montamos as bicis, equipamos e fomos dar uma volta à procura de cara conhecidas.
Estava bem fresquinho, encontramos alguns amigos conversamos um pouco.
Dirigimo-nos ao Km0 e fomos para a zona da partida eram umas 8am a saída era só às 9am!!! tivemos 1 hora em pé a ver chegar pessoal e muitos "infiltrados".

Hás 9 lá foi dada a partida, e ao fim de poucos minutos já estavamos a pedalar. Saímos por estradas largas com varias faixas em direcção ao IP2 aí andamos alguns Km, seguimos sempre por estrada e durante a primeira hora (para mim) fui ultrapassado por centenas de participantes e fartei-me de pedalar a subir em alcatrão, já não sentia o c%! e tinha as mão completamente dormentes por estar sempre na mesma posição!
Quando entramos na terra, foi um passeio pedestre, era tál o número de participantes que não dava para pedalar, o pessoal aqui começou logo a criticar e a mandar bocas parvas do tipo "Se não querem pedalar desviem-se" como se houvesse algum sitio para onde nos desviar-mos!!! Dahh!
Bem lá continuamos a pé até que numa zona mais plana lá começamos a pedalar, mas por pouco tempo, nova subida com estreitamento do caminho e novamente tudo a pé.... aqui demorou mais tempo e estivemos mesmo parados, o pessoal não parava de mandar bocas parvas em vez de se divertirem e conversarem. Até parecia que estvam ali por obrigaçao e não como eu que paguei porque qiz e fui porque quiz!

Depois de alguns minutos largos, lá começou uma descida e novamente a pedalar, ao fim de pouco já estavamos outra vez em alcatrão, depois um pouco de terra depois mais alcatrão e mais um pouco de terra. Apareceu o primeiro abastecimento, aquilo parecia a feira dos ciganos com lixo por todo o lado (o abastecimento estava bom! Muita comida e água)
Arranco do abastecimento a pensar, "agora vai ser a descer", mas não.... tornamos a entrar no alcatrão... (e eu que pensava que isto era um passeio de BTT) e nova subida!!! Uns metros de acumulado mais acima lá apareceu a descida.... em terra!!!!!! Aqui foi sempre a curtir, até fiquei com as mãos doridas da força para me agarrar e voar pelos trilhos (de terra!!!!) no final da descida mais alcatrão .... subidas descidas alcatrão e terra .... etc.....

A entrada da cidade de Portalegre foi divertida e alegre! À chegada muitos brindes sandes sumos sorteios massagens etc!!!!

Concluíndo!

Em relação ao percurso escolhido para a Meia Maratona, acho que teve alcatrão demais e os trilhos de terra eram bastante simples! Não passei em ninhuma zona que me deixasse dislumbrado, como tantos outros locais por onde tenho pedalado!

Acho que o pessoal estava a refilar demais(principalmente porque pagaram para lá estar, ninguem foi obrigado)
Não vi grande camaradagem ao bom estilo bttista!!!

Foi bom estár no maior evento de BTT do País, mas como é normal e sabido, quantidade não é sinónimo de qualidade!

Esta é a minha opinião! vale o que vale, é só 1 entre 4700.

O PTG 100 de 2006

5 comentários:

disse...

Também concordo que quantidade não significa qualidade.
Fui para me divertir, mas os engarrafamentos são maus principlamente porque quebram o ritmo de cada um e arrefecem os músculos, o que é mau para quem habitualmente sofrer de cãimbras.
Para mim foi a segunda e última vez. Gostei mas já chega. Há outros eventos mais baratos, sem engarrafamentos e excelentemente organizados, onde o espírito BTTista está mais presente. E os Pro's, que pagaram tanto como eu para lá estar, se querem mostrar-se que se dediquem ao Campeonato Nacional de Maratonas (ops! Se calhar nesse, nem têm hipóteses!).
Até à próxima volta em grupo com espírito BTTista!

Vitor disse...

Bonitas fotos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

a malta comenta, mas a mim parece me mais dor de cotovelo, pois ao que parece a maratona do btt-ctb, deixou muito a desejar.. é mais barata mas tambem nao vale o dinheiro.

pjfa disse...

O Sr. Anónimo não deve estar bem informado.
O BTT-CTB nunca organizou qualquer evento, apenas participa neles :)
Demos sim, o nosso contributo na divulgação da Maratona de CTB, promovida pela ACCB.
E já agora, dor de cotovelo? Só se for da queda que dei na Maratona de CTB dia 31 de Março :)
O melhor é pedalar... e apreciar a paisagem.

Varadero disse...

Eu não falei nada do preço!!! Não entendo o comentário.

O Sr. envergonhado! deve estar a fazer confusão com os comentários dos foruns!!!

Aqui aprecia-se paisagens camaradagem e convívio!

A competição não nos diz nada!
E esses comentários também não.