domingo, setembro 03, 2006

Passeio aos singles do Palvarinho


Hoje fui com o Roberto até ao Palvarinho para conhecer melhor aqueles caminhos.
Combinamos às 8:00 junto à CMCB, estava fresquinho e pouca gente na rua! (Claro aquela hora... dahhh!)

Saímos em direcção ao Largo do Espirito Santo, variante do Modelo e depois para aquela subida de Cimento que nos é familiar... (mas nem por isso mais facill de subir!).

Depois de uns Km, chegamos à Ponte de Ferro (onde eu já tinha passado, em sentido contrário, no passeio do Sporting e nem me tinha apercebido dela... devia estar mais preocupado com a subida que se avistava...).


A chegar ao Palvarinho lá passamos naquele lindo Single track ...


Paramos na casa dos pais do Roberto para atestar (água fresca) e lá seguimos, por um caminho (não sei muito bem onde estava o caminho, eu só via estevas cheias de cola a agarrar-se a tudo, mão pernas bicicleta), enfim foi divertido aquele corta-mato.


Chegados à N. Sr. de Valverde, mais uma paragem à sombra de uma arvore, que tem uns frutos muito pegajosos, que o diga o Roberto que andou lá por cima deles e quando íamos embora tinha os cleats das sapatilhas completamente tapados ..... lá demoramos mais um pouco.



Quando estavamos quase em Castelo Branco, lembrei-me do Festival Aereo e ainda fizemos um desvio para passar por lá.




De volta pelo caminho do "Flower Power", encontramos uns objectos não identificados pelo chão, a adivinhar a presença de umas Vaquinhas!!! O Roberto como Benfiquista que é ainda falou que elas gostavam muito de vermelho, mas lá avançamos devagar e passamos sem problemas, com elas sempre a olhas para as nossas Bicis ( Como são muito bonitas !!!! ha ha ha!)




Mais em: Castelo Branco by bike

2 comentários:

disse...

Bela volta a vossa. Se estivesse aí, eu e o João tínhamos ído. Em vez disso andámos a treinar Ori-BTT. Começa a época no final do mês e preciso saber orientação. Depois coloco as fotos e comentários no Blog.
Pelos vistos o resto do pessoal ficou na cama a dormir!
Até breve.

rarn disse...

Foi um passeio bastante engraçado e durinho (quase 50 Km) com um desnível acumulado de 800 e tal metros.

Aquela subida do Monte da Barreira e depois a da Ponte de Ferro, não são pêra doce.

Quanto às vacas, bem, com aqueles avanços fiquei mesmo com receio.

Vá lá que eram vegetarianas, ah ah ah

próxima terça, lá estamos.

Um abraço a todos

rarn