sábado, março 25, 2006

Maratona de Castelo Branco

Saímos de Castelo Branco, o Nuno e eu, em direcção à Pista de Desportos Motorizados, pelas 8h15. A chuva caía. Passados +-5Kms, chegámos e já havia muita gente a tratar das bicicletas, a fazer o aquecimento, a tirar fotos de grupo. Após alguns minutos, por volta das 9h00, um "speaker" alertou os participantes para alguns pontos mais complicados, a marcação do percurso com placa brancas com letras azuis, os abastecimentos (km: 23, 42 e 63), os números de telefone de emergência (que figuravam na "placa" com o número de atleta).
Lá saímos, em grupo. Assim que "colocámos" as rodas na terra, tentámos ganhar ritmo. Ao km 7/8, confusão!!! Uma vintena de participantes (nós incluídos) seguiu um percurso incorrecto (segundo apurámos, junto da organização, no final, alguém arrancou as fitas de sinalização). Resultado, abrandamento do ritmo, paragens, alguma desorientação. Ao todo quase 4 kms de desvio do percurso traçado. De volta ao percurso, avistámos, muito ao longe, o grupo já ao cimo de uma subida com alguma inclinação. Iríamos pagar caro aquele engano.
Ritmo recuperado, passámos por concorrentes já em dificuldades mecânicas - furos e correntes partidas.
Primeiro abastecimento. Muita fruta, "sandes", águas, sumos. Tendo em conta que estávamos quase na cauda da maratona, não nos podíamos queixar da oferta. Antes que a malta arrefeça, toca a pedalar. A chuva já nos tinha dado tréguas e à medida que os km iam passando, o tempo foi melhorando.
Chegámos à separação dos dois grupos. 40km para a esquerda, 80 km para a esquerda. Nesta altura, já o Nuno me tinha passado o testemunho - que é como quem diz, o GPS. A minha "missão" era gravar o percurso TODO. Para isso tinha de chegar ao fim. E estava disposto a isso. Atrás de mim, apenas 2 concorrentes.
Primeiras dificuldades do 80. Muita lama, terreno acidentado, subidas feitas a pé. Após alguns metros, descidas, descidas, descidas. Claro que, se descemos, temos de subir. Teve de ser a pé. Uma subida com muita inclinação, não muito longa mas desmoralizante.
Finalmente, encontro participantes, também eles a pé. Passo por eles, troco umas palavras de ânimo e continuo. Já em cima da bici, começo a passar por pequenos grupos que tiveram alguns problemas - correntes e amortecedores. A lama não perdoa e a falta de manutenção, também não. Chego ao marco geodésico, já meu familiar de outras voltinhas. A partir deste ponto, descida até ao ponsul. Este ponto estava assinalado, pela organização como "Descida Perigosa". Viemos a saber, no final, que alguém "trocou" a descida. O caminho certo era para a direita e nós (os últimos) fomos em frente.
Estive muito tempo, novamente, sem ver participantes. Já perto do km 40, apanho mais um grupo. Acompanhei-os até ao abastecimento. Aqui, a grande falha da organização. Estavam dois elementos, com um carro de apoio mas, sem água e sem comida. Imperdoável, tendo em conta o que tínhamos pela frente (um percurso acidentado e sempre, ou quase sempre a subir). Eu, felizmente, tinha água de reserva mas, outros participantes, e eram uma dezena, não tinham essa sorte. Valeu, após 300m, uma fonte, em propriedade privada, para "abastecer" os "camelbags". Neste ponto, já eu pedalava junto ao Barradas, um BTTista de Castelo de Vide - o qual conhecia do "forumbtt.net". Iríamos fazer o resto da maratona em conjunto.
Ao km 55 começo a fraquejar. A fome estava a apertar e as barras energéticas foram a minha salvação para chegar ao próximo abastecimento, ao km 63. Aqui sim, muita fartura ("sandes", água, sumos, barras energéticas). Faltavam +- 20kms para o final. Devido a algum esgotamento físico, por causa da falha no abastecimento anterior, alguns atletas optaram por rumar a Castelo Branco.
Nós, um grupo de uma dúzia de BTTistas, seguimos em frente, já só faltavam +- 20kms. Este fim de percurso foi marcado por piso mais rolantes, apesar de, esporadicamente, ser mais irregular.
Passámos pela ponte de madeira, construída na noite anterior pela organização e ainda tivemos direito a foto. Estava o José Luís e o P.J., organização e Cruz Vermelha, respectivamente.
O Barradas e eu, apanhámos um grupo muito divertido já ao km 65/70. Decidimos fazer o resto da maratona juntos. Claro que isto não podia acabar sem um problema mecânico. Um dos elementos do grupo ao qual nos unimos, partiu a corrente. Prontamente, o Barradas prestou auxílio, até à chegada de uma "pick-up" da organização. Um dos membros era mecânico (das "Bicicletas Santiago") e resolveu, rapidamente, a avaria. Lá seguimos, alegremente, para o final da prova.
Sete horas após a saída do parque, chegámos ao fim.
O objectivo estava cumprido.













































































7 comentários:

Varadero disse...

Obrigado PIJA pelo teu convite para participar nesta maratona.

Gostei bastante de a fazer.
Tive pena de ter de ir para casa na hora do almoço e não poder continuar...

Mas assim (não te atrasei mais) e ainda apanhaste os outros...

Varadero disse...

opss!!

Onde se lê: PIJA

deve-se ler: PJFA

Hugo Caldeira disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Hugo Caldeira disse...

As fotos estão espectaculares.A Maratona foi bem dura... Eu era o dorsal 29 por acaso não tens por ai 1 video meu a passar o ribeiro?
Eu tb sou de CB temos de combinar uns passeios por arredores.

BTT Biker's disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
BTT Biker's disse...

Parabéns pelas fotos e pela reportagem... Foi um prazer conhecer pessoalmente, e poder pedal juntos durante alguns kms desta maratona. :)

Um abraço

João Barradas BTT Biker´s- Castelo de Vide

林曉培Maggie disse...

cool!i love it!情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,成人圖片區,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站,成人論壇,080聊天室,080苗栗人聊天室,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,情色論壇,性感影片,正妹,走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,做愛